quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Ex-presidente Pérez Molina é preso na Guatemala

Detido provisoriamente por acusação de corrupção, ex-mandatário fará defesa nesta sexta; audiência teve áudio de escutas que provariam sua culpa

O juiz Miguel Ángel Gálvez decretou nesta quinta-feira (03/09) ordem de prisão provisória para o ex-presidente da Guatemala Otto Pérez Molina, que renunciou à presidência ontem. O político, que havia se apresentado à Justiça, foi enviado à prisão de Matamoros, onde ficará até sexta (04/09), quando será reiniciada a audiência judicial.
O advogado de Molina, César Calderón, contestou a decisão, alegando que há violação do princípio de inocência, legalidade e livre locomoção do ex-mandatário. A defesa ressaltou ainda que o político teve a oportunidade de fugir e não o fez para responder devidamente ao processo
O Ministério Público, no entanto, entendeu que a detenção provisória não viola os direitos de Molina e o juiz manteve a detenção.