quinta-feira, 26 de setembro de 2013

A Russia acusa os Estados Unidos de provocar inundações

O líder do Partido Liberal Democrático russo, Vladimir Zhirinovsky, acusou os Estados Unidos de ter provocado as inundações que castigam o Extremo Oriente da Rússia. Segundo ele, os norte-americanos estariam inferindo em fenômenos naturais da Terra com armas climáticas. Em entrevista à rádio Serviço Russo de Notícias, o parlamentar afirmou que, apesar de também possuir armamento do gênero, seu país está sempre em posição de defesa, temerosa em retaliar este tipo de agressão.
Na opinião do deputado, tanto as inundações no Extremo Oriente russo quanto em Sochi são obra dos Estados Unidos. E se no Extremo Oriente o objetivo norte-americano seria meramente de testar a eficácia destas armas e causar altos gastos ao governo russo, em Sochi as inundações teriam por finalidade minar a realização das Olimpíadas de 2014.
Famoso na Rússia por suas polêmicas declarações, Zhirinovsky destacou que seu país dispõe de todos os meios para responder à altura a estas agressões climáticas, podendo mediante uma simples ordem do governo, provocar terremotos e tsunamis.
O deputado acredita que a influência sobre o clima da Rússia vem sendo realizado no âmbito do projeto científico norte-americano HAARP, cujas instalações estão localizadas no Alasca, próximo ao território russo. Segundo Zhirinovsky, apesar de ter por objetivo declarado o estudo da ionosfera e da aurora boreal, na opinião de muitos especialistas o projeto também possui meios de provocar mudanças climáticas.