quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Os Gastos em Educação no Brasil e No Mundo

O Brasil é o 15º maior gastador, mas só aparece em 53º - de um total de 65 países - quando se trata de qualidade da educação. Confira como ele se compara a outras nações


Apesar do investimento brasileiro ser próximo da média dos países da OCDE, o país se encontra somente em 53º lugar - de um total de 65 - no Pisa, um programa de avaliação da qualidade da educação da mesma organização. Ou seja, maiores investimentos não necessariamente acompanham, na mesma proporção, uma melhora no desempenho dos estudantes.
O Brasil é o 15º que mais investe o PIB na área na lista da OCDE. Os lanternas no ranking foram Indonésia (investimento de 3% do PIB), Índia (investimento de 3,5%), Japão (3,8%), Eslováquia (4,1%) e República Tcheca (4,4%).
Confira os maiores “gastadores” e sua posição no ranking de qualidade educacional:
RankingPaísGasto com educaçãoPosição no Pisa
1Islândia7,80%16º lugar
2Noruega7,30%12º lugar
3Suécia7,30%19º lugar
4Nova Zelândia7,20%7º lugar
5Finlândia6,80%3º lugar
6Bélgica6,60%11º lugar
7Irlanda6,50%21º lugar
8Estônia6,10%13º lugar
9Argentina6%58º lugar
10Áustria6%39º lugar
11Holanda5,90%10º lugar
12França5,90%22º lugar
13Israel5,80%37º lugar
14Portugal5,80%27º lugar
15Brasil5,70%53º lugar
16Eslovênia5,70%31º lugar
17Reino Unido5,60%25º lugar
18Suíça5,50%14º lugar
19Estados Unidos5,50%17º lugar
20México5,30%48º lugar
21Hungria5,10%26º lugar
22Polônia5,10%15º lugar
23Canadá5,10%6º lugar
24Alemanha5,10%20º lugar
25Coreia do Sul5%2º lugar
26Espanha5%33º lugar
27Austrália5%9º lugar
28África do Sul4,80%(não participa)
29Rússia4,70%43º lugar
30Itália4,70%29º lugar