domingo, 16 de junho de 2013

A Produção de veículos no Mundo.


A associação de montadoras automobilísticas Ukravtoprom elaborou um ranking dos países fabricantes de automóveis. De acordo com os dados apresentados pela entidade, a China é o que mais fabrica veículos no mundo, embora o líder desta indústria na Europa continue sendo a Alemanha. A Rússia passou a ocupar o segundo lugar em volume de produção de carros de passeio no continente.
De acordo com os resultados apurados naquele período, 10 dos 40 países fabricantes de automóveis são responsáveis por 78% da produção mundial de veículos. A parcela da China na produção mundial de automóveis de passageiros é de 26,76%; do Japão, 12,42%; da Alemanha, 8,13%; dos Estados Unidos, 6,84%; da Coreia do Sul, 6,19%; da Índia, 5,32%; do Brasil, 3,90%; da Rússia, 2,79%; da Espanha, 2,77%; e do México, 2,76%.
A maior quantidade de carros do mundo é produzida nos países da região Ásia-Pacífico. Na China, por exemplo, foram fabricados quase 4,5 milhões de passageiros durante o primeiro trimestre. Na Europa, as três primeiras posições são de Alemanha, Rússia e Espanha.
Gazeta da Russia.

Os Super Nanicos e os Jagunços Proletários

Os Super Nanicos, e os Jagunços  Proletários

Há dias venho comentando nas redes Sociais , principalmente no Twitter sobre a onda de violência que  vem varrendo a maioria das capitas brasileira neste momento. as causas como já se sabe é uma só o aumento das tarifas de ônibus em todo país que sofreu um reajuste, nos últimos meses bem abaixo da inflação.

O que tem de curioso nestes movimentos,  e protestos  são as pluralidades e as ideologização de todos os que se aventura frente as as balas de borrachas da policia mal preparada, a exemplo de São paulo, nos últimos protestos que sacudiu as principais avenidas de maior cidade da America latina com mais 11,5 milhões de habitantes, deixando o transito que já é doente por vida própria, e que tem piorado com as multidões nas ruas.

Quem são estes manifestantes, que se apresentam, na maioria sem uma bandeira politica, Vermelha, ou sigla partidária?  bem ,vamos tentar dar cor aos movimentos e tentar apontar seus  lideres, que  escamoteiam-se no no meio  da multidão travestidos de revolucionários e dissidentes radicais  e dicotomizados inconformados com os insucessos de seus partidos políticos, nas ultimas eleições buscam agora, agarrar a bandeira que lhes  não pertence e se apresentam para o Brasil como os salvadores de uma nova pátria, que não usam o vermelho (cores tradicionais) símbolos das grandes manifestações, e das transformações sociais.

O naniquismo politico é  nome que este movimento  deveria assumir, já que se trata de grupo dos descontes e deixado de lado pelo PT.  Veja desta semana vem rasgando o véu  do PSOL, PCO.  acrescento aqui sem medo de errar , outro Nanico que só sabe fazer barulho e atrapalhar o andamento  das politicas sociais que estão dando certo no pais, implantadas pela presidenta Dilma Rousseff, trata-se do PSTU aquele mesmo partido que ficou famosos em todo Brasil, com o discurso da professora Amanda Gurgel, na assembleia legislativa do Estado do Rio Grande Do Norte, apontando as mazelisses da Educação brasileira.

Já é sabido, que a filha de Tarso Genro Governador do Rio Grande do Sul, Luciana Genro, hoje Filiada ao PSOL, está envolvida até o pescoço nestes movimentos que vem ganhando cada vez mais adeptos em todo Brasil. Luciana é uma das mentoras que articulam os militantes através das redes sociais, que catapultam as informações e articulam de maneira rápidas qualquer informação, sobre os próximos movimentos.

Uma nova maneira de se fazer protestos no Brasil está sendo tecida por mentes com capacidades nunca visto antes. podemos aqui relembrar as ultimas greves dos professores em São Paulo, Bahia que não houve avanço nenhum. estes movimentos continuaram  usar as mesmas metodologias dos anos 80, pautadas em serviços sonoros e jornaizinhos, que funcionam como quase que único meio de comunicação entre os proletários reivindicatórios.

Quem ganha e quem perde com estes movimentos em todo Brasil?  Uma coisa é certa, aqui em São Paulo, os coquiteis Molotov irão cair no colo do Governador Geraldo Alckmin, a ele será creditado boa parte da conta
pelos os excessos praticado por sua policia violenta. ademais o Prefeito Haddad cederá as pressões das tarifas 
e negociará uma saída a curto e longo prazo. quanto ao Governador duas coisa preocupam, a opinião Publica 
sua própria policia, pelos os motivos citados a cima, e pela má qualidades dos serviços publico  prestados 
a população paulista, como os trens metropolitanos. ou seja, o prefeito Haddad tem uma batata só pra descascar
enquanto Geraldo tem Varias, grandes e quentes em seu colo.

Onde entra a Mídia neste envolucro todo, dos movimentos contra os transportes publico?
     Pelo o que tudo indica, a Mídia tradicional e golpista seguira a velha cartinha
de sempre, apoiar até onde for possível, e fazer estragos no Governo federal creditando toda conta no PT.

A Globo assim como a revista veja já tem total conhecimento, quem está por traz dos movimentos em todo Brasil,
e já traçou sua logística de como agirá daqui pra frente. uma delas deverá ser a de deixar que os partidos nanicos 
já mencionados aqui neste artigo, façam aquilo que seus jagunços políticos, não conseguem fazer PSDB e 
DEM, dando todo apoio mídico, pra depois soltar seus leões, sua tropa de elite na devora infernal que só ela sabe 
fazer com eficacia. 

Logo quem vestirá a camiseta e colocará uma bandeira nas costa, e vem para as ruas, vai ser a Marina Silva 
 e Heloísa Helena, as duas dissidentes de maior nome do PT não vão perder a oportunidade de receber alguns 
flash e holofotes em suas caras lambidas e descaradas.  

Prof,.Adail