terça-feira, 3 de abril de 2012

Travessia do Mar Vermelho.

A TRAVESSIA DO MAR VERMELHO

03 de abril de -1312
Historiadores sugerem que a travessia do Mar Vermelho, descrita no Livro do Êxodo, do Antigo Testamento da Bíblia, poderia ter acontecido no dia 3 de abril de 1312 a.C. Neste dia, Moisés e os israelenses fugiram do exército egípcio por meio de uma épica travessia do Mar Vermelho, durante a viagem para a terra de Canaã, prometida por Deus a Abraão. Os narradores contam como os israelenses foram salvos do exército do faraó após Moisés fazer a divisão do Mar Vermelho com a ajuda de Deus. Quando os soldados egípcios estavam perseguindo os israelenses entre as águas abertas do mar, Deus pediu a Moisés para esticar as mãos de novo e, desde maneira, fazer com que os soldados egípcios morressem nas águas. A divisão das águas do Mar Vermelho é um dos mais dramáticos episódios do Antigo Testamento.

ASSASSINADO JESSE JAMES

03 de abril de 1882
Jesse Woodson James foi um foragido americano e o mais famoso integrante da quadrilha de assaltantes James-Younger. Após seu assassinato em 3 de abril de 1882, converteu-se em uma figura legendária do Oeste americano. A proximidade da Guerra Civil Americana escureceu a vida da família James. Missouri era naquele momento um estado conflituoso, entre o Norte e o Sul. Resolvida a guerra, em 1862, Jesse James se uniu à guerrilha sulista de William C. Quantrill junto de seu irmão Frank James. A guerra civil devastou Missouri e foi determinante na vida posterior de James. Acabada a guerra norte-americana, James se rendeu aos soldados da União, mas, ao não serem respeitados os termos da capitulação, retomou as armas em 1866. Chefe da James Band, formada por ele, seu irmão Frank e os irmãos Younger, adquiriu notoriedade pela audácia de seus assaltos a bancos e trens. Morreu assassinado por dois membros de seu próprio bando, Charlie e Robert Ford.


NAVIO BRASILEIRO É TORPEDEADO POR SUBMARINO ALEMÃO NA FRANÇA

03 de abril de 1917
No dia 3 de abril de 1917, o Paraná, um dos maiores navios da frota mercante brasileira, com 4.466 toneladas, carregado de café, foi torpedeado por um submarino alemão na costa francesa. Três tripulantes morreram. Os agressores ainda dispararam cinco tiros de canhão contra os náufragos. A embarcação navegava dentro das normas internacionais, com as luzes acesas, a bandeira brasileira içada e a palavra Brasil pintada no casco.
Após o incidente, o presidente Venceslau Brás recusou-se a receber o embaixador alemão para apresentar explicações sobre o incidente e o governo brasileiro rompeu relações diplomáticas com a Alemanha no dia 11 de abril. Após o final da Primeira Guerra Mundial, em 1918, com a rendição alemã, o Brasil obteve  pagamento com juros do café perdido nos naufrágios provocados pelos seus submarinos – ao todo a Alemanha atingiu quatro navios brasileiros durante o confronto mundial - e incorporou à frota mercante 70 navios alemães que foram retidos nos portos brasileiros.,

ANIBAL COVACO SILVA ASSUME A PRESIDÊNCIA DE PORTUGAL

03 de abril de 1987
Aníbal Antonio Covaco Silva foi o sexto Presidente da República Portuguesa desde a Revolução dos Cravos (uma das mais importantes para a independência desse país). Anteriormente havia sido Primeiro Ministro e seu governo, de dez anos, foi o mais longo de toda a história dos governos eleitos democraticamente em Portugal. Estudou na Universidade de York, Ontário, e no Instituto de Estudos Econômicos e Financeiros, e depois foi professor de economia pública e política na Universidade Católica e na Universidade Nova de Lisboa. Pesquisador na Fundação Calouste Gulbenkian (1967-71) e diretor de estudos do departamento de estatística do Banco de Portugal (1977-79), ocupou a carteira ministerial de Fazenda e Planejamento (1980-81). Nas eleições parlamentares celebradas em 3 de abril de 1987 se apresentou na lista do Partido Social-Democrata (PSD) e obteve uma contundente vitória, com mais da metade dos votos.