quarta-feira, 14 de março de 2012

História viva.Tim maia,Julio césar e Gilberto freyre

 



  

ASSASSINADO JÚLIO CÉSAR DE ROMA

15 de março de -0044
Júlio César morreu assassinado em 15 de março do ano 44 a.C. por uma conspiração dirigida por Cássio e Brutus (senadores romanos), que alegaram que César era um tirano. César foi um militar e político cuja ditadura pôs fim à República em Roma (Roma, 100-44 a.C.). Procedente de uma das mais antigas famílias do patriciado romano, os Júlios, Caio Júlio César foi educado esmeradamente com mestres gregos. O assassinato de César desatou uma nova guerra civil entre os seus partidários e simpatizantes (Octávio, Marco Antônio e Lépido), e os defensores da República (Brutus e Cássio, principalmente). Este conflito terminou com a vitória dos partidários de César na dupla batalha de Filipos, e o estabelecimento do Segundo Triunvirato no qual Octávio, Marco Antônio e Lépido dividiram o controle de Roma.




BATALHA DE CENTLA NO MÉXICO

15 de março de 1519
A Batalha de Centla foi um enfrentamento ocorrido em 15 de março de 1519 no qual os indígenas mexicanos maya-chontales, dirigidos por seu cacique Taabsascoob, enfrentaram-se com os espanhóis comandados por Hernán Cortés (conquistador espanhol do império asteca). Nesta batalha os derrotados foram os índios chontales. No dia seguinte, embaixadores enviados por Taabscoob chegaram ao acampamento espanhol com presentes, pois segundo a tradição dos índios, o perdedor devia dar obséquios ao ganhador. Entre os presentes havia ouro, jóias, jade, turquesa, peles de animais, animais domésticos, plumas de aves preciosas, etc. Além disso, os índios entregaram aos europeus 20 jovens, entre as quais vinha Malitzin, que os espanhóis batizaram como Marina, e quem se transformou em amante de Cortés, conselheira e intérprete. Depois da batalha, no dia 25 de maio de 1519, os espanhóis fundaram no lugar da batalha a Vila de Santa Maria da Vitória. Nesse mesmo dia houve a primeira missa no México e no Continente Americano. De lá os espanhóis embarcaram rumo a Veracruz para iniciar a rota até a cidade capital asteca, Tenochtitlan.
15 de março de 1519
A Batalha de Centla foi um enfrentamento ocorrido em 15 de março de 1519 no qual os indígenas mexicanos maya-chontales, dirigidos por seu cacique Taabsascoob, enfrentaram-se com os espanhóis comandados por Hernán Cortés (conquistador espanhol do império asteca). Nesta batalha os derrotados foram os índios chontales. No dia seguinte, embaixadores enviados por Taabscoob chegaram ao acampamento espanhol com presentes, pois segundo a tradição dos índios, o perdedor devia dar obséquios ao ganhador. Entre os presentes havia ouro, jóias, jade, turquesa, peles de animais, animais domésticos, plumas de aves preciosas, etc. Além disso, os índios entregaram aos europeus 20 jovens, entre as quais vinha Malitzin, que os espanhóis batizaram como Marina, e quem se transformou em amante de Cortés, conselheira e intérprete. Depois da batalha, no dia 25 de maio de 1519, os espanhóis fundaram no lugar da batalha a Vila de Santa Maria da Vitória. Nesse mesmo dia houve a primeira missa no México e no Continente Americano. De lá os espanhóis embarcaram rumo a Veracruz para iniciar a rota até a cidade capital asteca, Tenochtitlan.

NASCE O SOCIÓLOGO E ANTROPÓLOGO GILBERTO FREYRE

15 de março de 1900
No dia 15 de março de 1900 nascia, em Recife (PE), Gilberto de Mello Freyre, sociólogo, antropólogo, historiador, escritor e pintor brasileiro. Ele foi um dos pioneiros no estudo histórico e sociológico dos territórios de colonização portuguesa como um todo.
Após estudar na Universidade de Columbia, nos EUA, publicou, em 1922, sua tese de mestrado "Social life in Brazil in the middle of the 19th century" (Vida social no Brasil nos meados do século XIX). Contudo, sua obra mais conhecida é o livro Casa Grande & Senzala (1933), escrito em Portugal. Gilberto Freire também é autor de poesias, como "Bahia de todos os santos e de quase todos os pecados".
Ele escreveu outros livros que tem Portugal como tema principal. São os casos dos livros "O Mundo que o Português Criou" e o "O Luso e o Trópico". Gilberto Freyre morreu no dia 18 de julho de 1987, em Recife.

NASCE SÉRGIO VIEIRA DE MELLO, ALTO FUNCIONÁRIO DA ONU

15 de março de 1948
No dia 15 de março de 1948 nascia, no Rio de Janeiro, Sérgio Vieira de Mello, funcionário da Organização das Nações Unidas (ONU) por 34 anos e Alto Comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos desde 2002. Ele era conhecido pelo seu carisma, obstinação, pelo desapego aos holofotes e à ostentação de bens materiais. Por conta do seu tipo atlético, ele também se tornou celebridade e, por duas vezes, foi eleito o homem mais desejado e charmoso do mundo pelas revistas Vogue e Vanity Affairs, contudo, não compareceu para receber os prêmios. Ele morreu em Bagdá, juntamente com outras 21 pessoas, vítima de atentado atribuído à Al Qaeda contra a sede local da ONU no dia 19 de agosto de 2003.
Filho de um diplomata brasileiro, ele estudou filosofia na Universidade de Paris (Sorbonne), depois continuou seus estudos na Universidade de Paris I, (Panthéon-Sorbonne), onde obteve o doutorado. Em 1985, concluiu doutorado em letras e ciências humanas.
Entrou para a ONU em 1969 e passou a maior parte de sua vida trabalhando no Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, servindo em missões humanitárias e de manutenção da paz. Como negociador da ONU atuou em alguns dos principais conflitos mundiais - Bangladesh, Camboja, Líbano, Bósnia e Herzegovina, Kosovo, Ruanda e Timor-Leste, entre 1999 e 2002.
Em 1996 foi nomeado assistente do Alto Comissáriado das Nações Unidas para Refugiados, antes de ser enviado para Nova Iorque, em janeiro de 1998, como Secretário-geral-adjunto para Assuntos Humanitários das Nações Unidas. Em maio de 2003 fora indicado pelo secretário-geral das Nações Unidas, Kofi Annan, como seu representante especial, durante quatro meses no Iraque.
Com sua esposa francesa, Annie, de quem estava separado, Mello teve dois filhos: Laurent (nascido em 1978) e e Adrien (1980). Na época de sua morte ele mantinha um relacionamento com a argentina com Carolina Larriera, que também trabalhava na ONU.

FUSÃO DOS ESTADOS DA GUANABARA E DO RIO DE JANEIRO

15 de março de 1975
No dia 15 de março de 1975, o general e presidente do Brasil Ernesto Geisel oficializou a fusão dos estados da Guanabara e do Rio de Janeiro, mantendo a denominação de estado do Rio de Janeiro.
A Guanabara foi um estado do Brasil de 1960 a 1975, no território do atual da cidade do Rio de Janeiro. Em sua área, ficava o antigo Distrito Federal do país (1891-1960, quando Brasília tornou-se a capital brasileira). A palavra Guanabara tem sua origem no dialeto tupi e significa seio-mar.


MORRE TIM MAIA, MÚSICO BRASILEIRO

15 de março de 1998
No dia 15 de março de 1998 morria, em Niterói (RJ), Sebastião Rodrigues Maia, mais conhecido como Tim Maia. Ele morreu de parada cardíaca causada por infecção generalizada, aos 55 anos. Nascido no dia 28 de setembro de 1948, no Rio de Janeiro, ele cresceu sob a influência das músicas de Billl Halley, Elvis Presley, Little Richard e Jerry Lee Lewis, nos anos 50.
Em 1957, fazia parte do grupo Os Sputniks, que contava com Roberto e Erasmo Carlos. Dois anos depois, foi para os Estados Unidos, onde estudou inglês e teve contato com a soul music. Seu primeiro compacto foi gravado em 1970, na Philips, com a música “Primavera”, seu primeiro sucesso. A partir daí, sua fama só cresceu e várias de suas músicas tornaram-se clássicos como “Azul da cor do mar”, “Chocolate”, “Não quero dinheiro”, “Gostava tanto de você”, “Descobridor dos Sete Mares” e “Me dê motivo”.
Em seus shows, Tim Maia era conhecido pela grande expectativa que criava no público, pois ninguém sabia se ele apareceria ou não para cantar. Contudo, quando estava inspirado cantava por mais de três horas. Sobre o uso de drogas, ele nunca admitiu diretamente o consumo, contudo uma de suas frases conhecidas é: "Eu não bebo, não fumo e não cheiro; só minto um pouquinho". 


Hoje na Historia


NASCE O FÍSICO ALBERT EINSTEIN

14 de março de 1879
No dia 14 de março de 1879 nascia na cidade de Ulm, Alemanha, o físico Albert Einstein. Considerado um dos maiores cientistas do século XX, ele é conhecido pela fórmula E=mc², que descreve a relação entre massa e energia. Ele foi ganhador Prêmio Nobel de Física, em 1921, por seu trabalho com física quântica. Suas teorias fundamentaram as bases para o desenvolvimento da mecânica quântica.
Em 1915, Einstein publicou a teoria geral da relatividade, onde tentava incluir a gravidade como o novo marco relativista que propôs na teoria especial, e desenvolveu a noção da gravidade, como resultante da curvatura do tempo-espaço. Com sua teoria, derrubou o conceito da invariabilidade do tempo e demonstrou que as observações sempre dependiam do marco de referência no qual se situavam e da velocidade do observador.
Diante da provável subida de Hitler ao poder na Alemanha, Einstein decidiu imigrar para os Estados Unidos, em 1932, onde trabalhou como professor em Princeton. Ali, dedicou-se a uma teoria completa para unificar a gravidade com as forças eletromagnéticas. O físico, contudo, não conseguiu completar a tarefa antes da sua morte, em 18 de abril de 1955, em Princeton, nos EUA.

NASCE BOLLYWOOD, A INDÚSTRIA CINEMATOGRÁFICA INDIANA

14 de março de 1931
No dia 14 de março de 1931 ocorreu a estreia do primeiro filme da Índia, chamado Alam Ara. A história de amor com "mais música e menos diálogo" foi a receita de sucesso da popular e bem sucedida  indústria cinematográfica chamada Bollywood. Na Índia, Alam Ara foi um sucesso porque ele introduziu a música pop indiana e sua canção era tão conhecida como o enredo do filme. Infelizmente, um incêndio no Arquivo Nacional de Cinema da Índia, em 2003, destruiu as últimas fitas originais do filme, de forma que ele não está disponível no seu formato original. Mas seu legado pode ser visto em centenas de canções e danças que fizeram de Bollywood a maior e mais popular indústria de cinem

NASCE O CINEASTA GLAUBER ROCHA

14 de março de 1939
No dia 14 de março de 1939 nascia, em Vitória da Conquista (BA), Glauber de Andrade Rocha, cineasta, ator e escritor. Controvertido, ele sempre teve sua vida direcionada ao cinema. Suas obras consagradas são “Deus e o Diabo na Terra do Sol” (1964), “Terra em Transe” (1967) e “O Dragão da Maldade contra o Santo Guerreiro” (1969). Seu trabalho pregava uma nova estética, diferente daquela dos filmes norte-americanos. Com o princípio de "uma câmera na mão e uma ideia na cabeça", era um dos líderes do movimento do cinema novo no Brasil. Por conta de sua postura questionadora, era visto como um elemento subversivo durante o período militar.
Com o filme “Terra em Transe” tornou-se conhecido, conquistando o Prêmio da Crítica do Festival de Cannes, o Prêmio Luis Buñuel na Espanha, o Prêmio de Melhor Filme do Locarno International Film Festival, e o Golfinho de Ouro de melhor filme do ano, no Rio de Janeiro. Outro filme premiado foi “O Dragão da Maldade contra o Santo Guerreiro”, que recebeu o prêmio de melhor direção em Cannes e o Prêmio Luiz Buñuel.
Em 1971, ele partiu para um período de cinco anos no exílio. Seis anos depois, sofreu com a morte de sua irmã, a atriz Anecy Rocha, que morreu aos 34 anos após cair em um fosso de elevador. Sua outra irmã morreu aos 11 por conta de leucemia. Glauber morreu pouco tempo depois, vítima de um choque bacteriano, no Rio de Janeiro, no dia 22 de agosto de 1981. Nesta época, ele residia em Sintra, em Portugal, onde realizava filmagens quando começo