sábado, 5 de novembro de 2011

Morre chefe máximo das Farc na Colômbia.

Guerrilheiro Alfonso Cano em evento político em San Vicente del Caguan em 2008

O líder máximo da guerrilha comunista das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), Guillermo León Sáenz Vargas, também conhecido como Alfonso Cano, foi morto por tropas do Exército colombiano, informou o Ministério da Defesa na sexta-feira (4).

O governador do departamento de Cauca, Alberto Gonzalez Mosquera, região onde o líder guerrilheiro teria sido morto também confirmou a informação à Rádio Caracol.

"As forças militares da Colômbia alcançaram um de seus objetivos militares mais importantes. Alfonso Cano foi abatido precisamente no departamento de Cauca”, disse o governador.

Embora o governo colombiano não tenha divulgado os detalhes do fato, se especula que a morte de "Cano" pode ter acontecido duas semanas antes, mas somente na sexta-feira foi possível confirmar sua identidade.

Alfonso Cano era o substituto do chefe e fundador das Farc, Manuel Marulanda (Tirofijo), que morreu de ataque do coração em março de 2008.

As autoridades também anunciaram a prisão de 'El Indio Efraín', chefe da segurança de 'Cano', capturado após intensas operações militares em Cauca.